Loading...
Notícias

Programa “Cientificamente provável”, no âmbito da Cátedra Unesco “O Património Cultural dos Oceanos”

No dia 22 de março, as turmas A e B do 7.º ano participaram em sessões no âmbito do projeto acima referido e que foi dinamizada pela investigadora Cristina Brito. Através do tema “Pessoas e animais do Tejo”, os alunos viajaram no tempo, cruzaram saberes de História, Geografia, Ciências Naturais e Português, analisando documentos sobre o Tejo e Lisboa.

A atividade apelou ao poder de observação, à leitura do Português dos séculos XV e XVI e mobilizou a aplicação dos conhecimentos em novos contextos.

Os alunos mostraram-se interessados, participativos e alguns revelaram capacidade de observação e de atenção aos pormenores.

Os aspetos da biologia dos golfinhos só foram estudados no séc. XX, apesar de várias espécies de golfinhos e baleias serem conhecidas na costa portuguesa e nos seus estuários, desde o séc. XII.

A distinção entre tubarões e cetáceos (golfinhos e baleias) é agora clara! As turmas identificaram os seres mitológicos representados em gravuras antigas, como é o caso das serpentes marinhas e das sereias. Estabeleceram ainda uma relação entre as representações mitológicas de animais marinhos e o receio associado ao desconhecido.

As imagens que divulgam golfinhos com barbatanas cortadas por fios de pesca e baleias que arrojam, contendo plástico no seu estômago, impressionaram de facto os alunos. Esta história ambiental marinha sensibilizou-os para o papel individual e coletivo na preservação do oceano e dos seres vivos fantásticos que nele vivem!

                                   

Emiltina Matos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.