Loading...
Notícias

Mobilidade final do projeto Erasmus+ “Past, Present and Future, Memories and Dreams”

No dia 24 de fevereiro teve lugar a mobilidade final do projeto Erasmus+ “Past, Present and Future, Memories and Dreams”, de forma virtual, devido à situação pandémica que vivemos.

Começamos a nossa aventura em setembro de 2018 e dois anos e meio passaram-se muito rapidamente. Este projeto teve como objetivo principal a partilha de boas práticas e resultou de uma parceria entre cinco escolas de cinco países, Polónia, Bulgária, Turquia, Roménia e, claro, Portugal.

Em novembro de 2018, diretores e coordenadores visitaram a Polónia. Foi o momento de preparar as próximas etapas do projeto, aprendendo uns com os outros, trocando boas práticas, mas também participando das atividades realizadas no escola de Polkowice, Zespol Szkol.

O encontro na Bulgária, em fevereiro de 2019, teve como lema “A semana da identidade, autonomia e workshops combinados – conhecendo a escola e as tradições nacionais”. No mesmo lugar, ao mesmo tempo, alunos e professores reuniram-se para aprender e conhecerem-se mutuamente, para cultivar tradições e para beneficiar da diversidade do grupo. Elegeu-se o logotipo do projeto, criado pela equipa portuguesa.

A semana de “auto-investimento” (ensino, aprendizagem – métodos e ferramentas) e workshops de línguas – este foi o tema do encontro na Turquia, em março de 2019. Workshops, visitas de estudo, aprendizagem através da experiência, troca de pontos de vista e melhoria das capacidades linguísticas, além de fazer novos amigos, eram os principais objetivos.

A pesquisa científica, a preocupação com o oceano, os jogos, os workshops, os encontros com pessoas interessantes, as palavras do passado ao futuro – a semana científica e aos workshops em Portugal. Almada, uma cidade do passado, presente e futuro, o lugar onde fizemos parte de uma família internacional em outubro de 2019.

Semana de saúde e turismo e workshops de empreendedorismo foi o tema do encontro na Roménia, em fevereiro de 2020. Treino em primeiros socorros, workshops de empreendedorismo e de pão. Cultivar tradições e quebrar estereótipos, visitar lugares diferentes – um momento de aproveitar a diversidade do grupo foram os objetivos durante esta mobilidade.

Cada mobilidade foi única. Foram momentos e lugares mágicos, muita energia positiva, alegria e satisfação. Ganhamos muito com as novas experiências, conhecimentos práticos e explorámos novas capacidades.

Após quase um ano de adiamento devido à situação pandémica, o projeto terminou com uma mobilidade virtual de 3 dias, diferente de todas as anteriores, “a distância” mas próxima devido à utilização das tecnologias de comunicação.

Foi um momento de “reflexão ecológica” mas também de balanço de todo o projeto. Ao longo de três dias, alunos das cinco escolas consultaram alguns dos materiais produzidos pelos diferentes parceiros (https://padlet.com/eliamartins/gvwbnm84nixs9p88) e participaram nos vários jogos pedagógicos propostos. O desafio proposto no jogo pedagógico sobre Portugal, Almada e a nossa escola foi aceite por 199 alunos das escolas parceiras.

Na Conferência Ecológica Internacional emergiram 5 preocupações fundamentais: Alterações Climáticas e Pegada de Carbono, Plásticos e Resíduos, Alimentação Saudável e Resíduos Zero, Biodiversidade e Água e Pegada Hídrica.

Os vários parceiros apresentaram os seus trabalhos e o aluno Eduardo Estevens, do 12º A, apresentou a comunicação sobre a problemática do lixo marinho, tentando sensibilizar os nossos parceiros europeus.

A sua comunicação pode ser vista em https://youtu.be/uSQ_0VHB9dU

O encerramento oficial do projeto foi então feito na conferência à qual assistiram, via zoom, de suas casas, 91 alunos portugueses, com os discursos oficiais dos coordenadores e dos diretores e a participação de vários alunos, alguns dos quais já se encontram noutra etapa do seu percurso escolar.

Foi uma forma diferente de encerrar um projeto Erasmus+, a distância, sem a vivência de um país, sem convívio entre alunos e professores e as famílias hospedeiras, sem experimentar os pratos tradicionais, sem visitar os monumentos, mas foi a forma possível devido às circunstâncias sanitárias que impedem as mobilidades reais.

No entanto, como em qualquer programa Erasmus+, ficam muitas memórias e aprendizagens, além de amigos, como ficou expresso na nuvem de palavras construída por todos.

Resta-me agradecer a todos os alunos que contribuíram para que este projeto fosse um sucesso e à equipa de professores que comigo trabalhou durante mais de dois anos, Rita Neves, Isabel Marques, Teresa Cameira e Maria Dulce Pinto.

Um agradecimento também aos elementos da Direção que participaram em todas as mobilidades.

Élia Martins

 

One comment
  1. Rui Miguel G Mota

    Boa tarde, o programa de intercambio Erasmus, também vai ocorrer no ano lectivo 2021/22?
    Está limitado ao 12ºano ou está aberto a mais anos e nesse caso o que é necessário para participar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.