Loading...
Notícias

Não há plano B, apenas plano água!

Side-EventGEOÉTICA & GESTÃO DAS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS

https://geoeth-gwm2019.wixsite.com/porto

Pela natureza do trabalho proposto às escolas e atualidade da temática do Concurso aberto às Escolas Secundárias sobre o tema “As Águas Subterrâneas, um desafio para a sustentabilidade”, abraçámos o projeto que foi concretizado com a turma B do 10º ano, nas disciplinas de Filosofia e Biologia e Geologia  e com a colaboração da disciplina de Inglês e o apoio do professor de informática, José Amaro.

O objetivo prioritário foi proporcionar aos alunos oportunidades de reflexão sobre temas/problemas do mundo contemporâneo, numa perspetiva de formação para uma cidadania participada em que se sintam efetivos agentes de mudança. A mobilização dos alunos foi centrada na urgência do agir ético nas diversas problemáticas sociais e, especificamente, nas que envolvem as águas subterrâneas.

O enquadramento da problemática nos conteúdos e objetivos das disciplinas iniciou-se com o visionamento de excerto do filme “Poema imperfeito” e com um debate sobre a relação homem natureza e o valor desta, com base nos argumentos de diversas perspetivas éticas. À semelhança da interferência do ser humano na biodiversidade, também o modo como a água é utilizada e frequentemente gerida, reflete uma conceção de supremacia face à natureza.

Seguiram-se diversas atividades – brainstorming relativo aos subtemas relacionados com as águas subterrâneas, constituição dos grupos de trabalho, desenho conjunto de um plano de tarefas, apresentação de propostas de slogans, pesquisa de informação e sua sistematização, visita de estudo à Universidade dos Valores, atividades laboratoriais referentes aos efeitos de diferentes tipos de água na germinação de sementes, entrevistas e conceção de formas de sensibilização da comunidade.

Foram produzidos alguns materiais tais como marcadores, posters e vídeo. No próximo dia 5 de junho um grupo de alunos fará a apresentação do projeto no âmbito da iniciativa “Laboratório Aberto”.

Apesar dos constrangimentos relacionados essencialmente com a gestão dos tempos, o balanço é positivo, pois a participação no projeto promoveu a reflexão sobre a responsabilidade coletiva e individual relativamente a um recurso natural fundamental à vida no planeta.  O grupo turma desenvolveu competências no que respeita à seleção e organização de informação e à divulgação e sensibilização da comunidade educativa. Por outro lado, a articulação promovida entre as disciplinas proporcionaram a integração de conhecimentos no contexto da reflexão sobre as questões de natureza ética e de gestão face à sustentabilidade das águas subterrâneas.

 

“A natureza fala e o homem não a escuta”(Victor Hugo), Que tais palavras não falem verdade por muito mais tempo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.